Alexa is in, WhatsApp is...

01/ WhatsApp adia mudança de política de privacidade para maio

Mais um episódio da #DataWar: o WhatsApp deixou a mudança de política de privacidade para 15 de maio, antes era 8 de fevereiro. Depois de receber duras críticas e de sofrer algumas baixas de usuários - que migraram para o Telegram e o Signal inclusive no Brasil, uma das maiores bases do WhatsApp, o Facebook voltou um passo na mudança que afetará o aplicativo de mensagens. Não há indicação de que haverá mudança na política de privacidade, o que significa que, em 15 de maio, os usuários do Whats ainda assim terão que compartilhar os dados com o Facebook para permanecer no app.


02/ Mobile cresce dois anos em 12 meses em 2020, diz App Annie Os donos de smartphone gastaram US$ 143 bilhões em apps pelo mundo em 2020, 20% a mais do que em 2019, indicou a App Annie. O que mais chamou atenção, diz a App Annie em relatório, foi a alta do tempo de uso no smartphone, para 4,2 horas por dia (só no Android, foram 3,5 trilhões de horas em 2020!!) e a quantidade de aplicativos diferentes baixados (218 bilhões!), indicando uma mudança de comportamento que só era prevista para o final de 2022. Ah, falando em mobile, os ads mobiles somaram US$ 240 bilhões em 2020, alta de 20% em comparação com o ano anterior (no Brasil, a alta foi de 170% no mobile ad placements).


03/ TikTok supera Facebook em uma métrica essencial Usuários do TikTok dobraram o tempo que ficam no app, de 10,8 horas no mês para quase 20 horas por mês. O número já é maior do que o tempo que os usuários passam no Facebook (que é de, em média, 16,6 horas por mês). No Brasil, o aplicativo ficou em primeiro lugar no top 5 de downloads de aplicativos de rede social no ano de 2020. Se a fidelização do público e o “manter o app na tela inicial” do usuário são um desafio para desenvolvedores de forma geral, o caminho que o TikTok está tomando pode servir de exemplo.



/Following Up Novidades dos assuntos que já temos acompanhado por aqui


04/ 70% das pequenas empresas vendem por canais digitais O número confirma a percepção do mercado sobre o impacto que a pandemia do Covid teve em micro e pequenos empreendimentos. De acordo com pesquisa conduzida pela Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), sete em cada dez empresas já atuam nas redes sociais, aplicativos ou internet para impulsionar suas vendas. Em maio, bem no início da pandemia, esse percentual era de 59%. Apenas 23% dos negócios, no entanto, optaram por um site próprio, maioria foi para redes sociais e plataformas de e-commerce.

05/ Google deve virar alvo de 3º processo de procuradores dos EUA Procuradores estaduais dos Estados Unidos estão planejando um terceiro processo contra o Google, desta vez focado na Play Store, loja de aplicativos e conteúdo da companhia, de acordo com fontes citadas pela Reuters. O processo deve ser aberto até março deste ano e deve investigar as reclamações do mercado sobre o uso da loja de apps como único espaço de venda de aplicativos nos celulares Android.


/Coming Up

Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços


06/ Amazon cria a "Alexa as a Service"

Pela primeira vez, a Amazon está permitindo que empresas terceiras criem seus assistentes de voz próprios a partir da tecnologia de inteligência artificial que cria a Alexa. Chamado Alexa Custom Assistant, o serviço começa voltado para carros, principalmente.

“Criar um assistente de voz é um processo complexo, demorado e caro. Além disso, a velocidade de inovação e mudança está acelerando e os assistentes de voz estão melhorando e se tornando mais inteligentes, o que requer investimentos contínuos significativos”, disse a Amazon em um comunicado. E já tem um primeiro cliente: a FCA!


07/ Banco Inter cria sua operadora móvel virtual O Banco Inter agora tem uma operadora móvel virtual (ou MVNO, para os íntimos), a Intercel. A fintech firmou parceria com a Vivo, e usará as estruturas dos planos pré-pagos que trafegam na rede da telco. Por sua vez, o banco vai oferecer os planos da nova MVNO como parte de seus produtos e serviços. Vale aqui lembrar que a Tim tem uma parceria parecida com o C6 Bank que já falamos muito por aqui. Pela gente, telefonia e finance devem andar cada vez mais próximos.

08/ Walmart vai lançar fintech nos Estados Unidos A varejista está criando uma fintech em parceria com a firma de venture capital Ribbit Capital. A ideia, segundo a empresa, é “desenvolver soluções financeiras acessíveis”. O Walmart não informou quais serão os produtos desenvolvidos e nem quando será o lançamento da fintech.


/Cashing Up Deals que movimentam o mercado*

*(O Cashing Up é apoiado por Divibank, uma solução inovadora e criativa para empresas em busca de financiamento com foco em growth)


09/ Contabilizei recebe investimento do SoftBank A startup de contabilidade levantou uma rodada de captação série C liderada pelo Latin America Fund do SoftBank. Os fundos Kaszek, Point72, Quona e IFC (do Banco Mundial), que já eram investidores da empresa, também participaram da rodada. O valor investido e o valuation não foram divulgados, mas a informação que temos é que a companhia já havia recebido R$ 100 milhões em investimentos.

10/ Fenômeno mundial: startups receberam US$ 300 bilhões em investimentos em 2020 Números da Crunchbase mostram que startups receberam 4% mais investimento em 2020 do que em 2019. O destaque vai para os números de aquisições feitas no ano passado: 1,5 mil no total, levantando um total de US$ 149 bilhões. As empresas mais ativas na compra de stratups foram: Apple, Microsoft e Cisco. O levantamento ainda mostrou o poder dos IPOs de 2020: as empresas investidas por VCs somaram US$ 10 bilhões em valuation após o IPO.


11/ Snap compra StreetCred, startup de location data Criada em 2018, a startup tem como objetivo criar um marketplace de dados de localização usando o blockchain. O Snapchat, que tem um produto chamado Snap Map, vai levar os funcionários da StreetCred para o aplicativo.


12/ Visa e Plaid cancelam fusão de US$ 5,3 bilhões Um ano depois do anúncio, empresas desistiram da operação pressionadas por Departamento de Justiça norte-americano. Em novembro, o DOJ ameaçou bloquear o processo, afirmando que a aquisição faria com que a “nova” Plaid dominasse o mercado de transações online de débito. Para alguns fundos de VC, no entanto, o anúncio foi positivo para a Plaid, já que se calcula que a startup, agora, vale mais do que US$ 5,3 bilhões.


/Hurry Up

Os melhores gadgets apresentados na CES 2021 (Wired)

As 5 maiores batalhas que as Big Techs vão enfrentar em 2021 (WSJ)

Startup colombiana do setor imobiliário, La Haus, recebe aporte de US$ 35 milhões e mira Brasil (Crunchbase)

Globo Play é o aplicativo que mais gerou receita no Brasil em 2020 (Mobile Time)

Medium compra aplicativo de “social-reading” Glove (Techcrunch)

Microsoft, Salesforce e Oracle se juntam para criar carteira de vacinação digital (The Verge)

Rumble, rival do YouTube, processa Google por resultados em ferramenta de busca (9t5Google)

Uma senha perdida contra milhões em bitcoins (NYT)

Blue Origin, empresa espacial de Jeff Bezos, está mais próxima de fazer a sua primeira viagem para o espaço (CNBC)

Facebook desenvolve AI capaz de prever se os sintomas de Covid podem piorar (CNBC)

Cientistas conseguem guardar dados em DNA de bactéria (Futurism)

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO