Broadcast Wars


Após mais de dois anos de negociação, a AT&T finalmente completa o takeover de USD 85 bilhões da Time Warner. O acordo cria uma mega-telecom, dona de marcas famosas em todo mundo, como HBO, DC Comics e CNN, além de um sistema de distribuição que vai desde operadoras de celulares até redes de satélites.

“O novo normal”

A integração, que chegou a ser questionada pelo governo dos EUA, foi aprovada pela justiça norte-americana por causa de um novo posicionamento adotado pelos reguladores. O raciocínio apresentado para a aprovação explica que a indústria de tecnologia, com suas compras, fusões e aquisições, normalizou uma prática que sempre foi vista com cuidado pelo mercado. E que impedir que outras empresas possam adquirir serviços complementares aos seus causaria perda de competitividade.

Às compras

Com o sinal verde da justiça norte-americana, essa pode ser a primeira de uma série de fusões verticais, com marcas de segmentos parecidos. Continuando no setor da telefonia, por exemplo, é possível que a gente também veja a fusão da T-Mobile com a sua rival Sprint. Certamente, a vida das teles vai ficar bem mais agitada nos próximos anos.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO