Durante o Carnaval, eis o bloco do Morse

/Morse Up As novidades que envolvem o ecossistema do Morse e seus Parceiros


01/ Bem vindos ao Morse Club Na semana passada fizemos nossos primeiros testes levando o Morse para dentro do Clubhouse. (Um obrigado especial à você que passou por lá!). Acreditamos que as pesquisas e análises que fazemos por aqui podem servir como ponto de partida, e pauta, para utilizarmos a interatividade do aplicativo e criar um papo aberto com nossa audiência, trazendo para nossos leitores novas opiniões e pontos de vista. Quer participar? Junte-se ao Morse, e nossos convidados especiais (olha lá no Link), hoje as 13:00 para esse bate-papo. Clique aqui para salvar na agenda e entrar conosco no papo.


02/ Claro, Morse e Hands fazem primeira ação com Clubhouse ao vivo na TV! Com tanta gente comentando sobre o novo aplicativo do momento, mas nem todo mundo podendo participar (já que até o momento só funciona por convite em em iPhone), resolvemos unir o potencial de alcance e democratização da TV ao poder de interatividade do Clubhouse para criar a primeira ação envolvendo o aplicativo e a boa e velha televisão. O Programa Mundo dos Apps, transmitido pela Claro TV, foi exibido de forma sincronizada na televisão e no Room (sala no Clubhouse) do programa. As pessoas que estavam no Room eram convidados a participar da programação, podendo trazer seus comentários e pontos de vista para a audiência da TV. Ficou curioso? Acompanhe essa quarta às 13:00; pela Claro TV (Canal 500), pelo Portal Online de Lives da Claro e pelo nosso Room no Clubhouse.


/What's Up?

O que agitou os últimos dias em nosso mercado


03/ Os rivais do Clubhouse vem por aí…

O NYT informou, nesta semana, que o Facebook está já em vias de finalizar uma ferramenta com as mesmas features de grupo de áudio e conversas do Clubhouse. Lembramos aqui que, no ano passado, eles chegaram a testar o CatchUp, uma mistura de Clubhouse com Zoom. Já o Twitter está a todo vapor com o Spaces, inclusive liberando já para alguns influencers brasileiros usarem. Já o Mark Cuban está investindo em uma plataforma de podcasts ao vivo chamada Fireside. Já sobre o Clubhouse, números da Sensor Tower indicam que o Brasil chegou ao sexto lugar de maior número de instalações do app na última semana, com quase 310 mil downloads. Nada mal para um app que só cresce por convite (convites que, inclusive, temos para os nossos assinantes, é só nos seguir no Instagram ou WhatsApp para acompanhar quando tivermos disponíveis!) E aí, quem deve ser o campeão do áudio?!


04/ Microsoft tentou comprar o Pinterest - que disse não

Muitas vezes a gente fala aqui sobre as maiores aquisições do mercado digital, mas dessa vez a história é uma “não compra”: a Microsoft tentou colocar o Pinterest em seu portfólio, e acabou não rolando. A conversa seguiu entre as empresas, mas acabou não chegando ao final. A gente não sabe quanto Satya Nadella ofereceu para comprar a rede-das-wishlists, mas sabemos que o Pinterest é avaliado atualmente em US$ 51 bilhões!


/Following Up Novidades dos assuntos que já temos acompanhado por aqui


05/ EUA deveria considerar recriar lei australiana de mídias digitais, diz Microsoft Não parece, mas é #Datawar. Na semana passada, o presidente da Microsoft, Brad Smith, falou com todas as letras que acredita que o governo norte-americano deveria seguir a Austrália e propor uma regra para exigir que o Google, e outras empresas de tecnologia e mídia, remunerem diretamente os criadores de conteúdo e notícias. A UE, por sua vez, já está discutindo acrescentar na sua nova regulamentação de empresas digitais uma exigência para que as Big Techs paguem aos publishers pelas notícias. Esse é um movimento importante pois plataformas que tiverem um modelo claro para monetização de criadores e produtores de conteúdo (Twitter, Facebook e até Clubhouse estão caminhando nesse sentido) com certeza terão maior apoio, e por consequência audiência, dos mesmos, e como temos visto ultimamente, estes são os gatilhos para movimentar novas redes por ai.


06/ Receitas de apps de assinatura cresceram 34% em 2020, diz Sensor Tower Os efeitos de 2020 ainda estão chegando: os aplicativos de assinatura tiveram receita de US$ 13 bilhões no ano passado, de acordo com dados da Sensor Tower. Uma alta substancial de 34%. O interessante aqui foram quais apps tiveram maior receita de assinatura: YouTube, Disney+ e, o sempre presente na lista, Tinder! O Twitch apareceu em sexto lugar. Ainda de acordo com a Sensor Tower, os consumidores gastaram algo entre US$ 111 bilhões e US$ 112 bilhões em aplicativos no ano passado!


07/ TikTok fica - e sem a Oracle A gente que acompanhou toda a novela do TikTok precisa dar esse capítulo final: o governo Biden pediu para arquivar o banimento do app nos EUA, bem como a sua venda para a Oracle… Isso não significa, no entanto, que o escrutínio sobre o TikTok e a possível ameaça à segurança dos EUA tenha acabado! O governo de lá ainda está analisando essa questão, mas sem a necessidade de exigir que o app opere com outras empresas no momento. Seria o Clubhouse a bola da vez deste assunto?


08/ 63% de novas contas bancárias em 2020 no Brasil foram abertas pelo celular O país das fintechs! Dados da Accenture mostram que o número de brasileiros que abre contas em celular é muito superior ao do resto do mundo, que foram 37% das contas. Outro dado da análise revela que 43% dos brasileiros abriram mais de uma conta não-primária (com menos movimentação), ante 24% do resto do mundo.


/Coming Up Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços


09/ Desenvolvedora de games mobile Zynga vai criar sua própria adnetwork A desenvolvedora de games está preparando sua própria ad network, de olho no poder da sua audiência proprietária. Segundo executivos da companhia, eles estão de olho em fazer aquisições de operações de AdTech para acelerar o crescimento.. Isso tudo, devemos dizer, depois da empresa chegar em uma receita de US$ 616 milhões no quarto trimestre de 2020, alta de 52% em comparação com o mesmo período de 2019. A nova operação vai concorrer com operações de Ads de desenvolvedores como Rovio e Gameloft e da plataforma Unit, que também possui uma ad network para os games desenvolvidos com sua tecnologia.


10/ Wordpress compra empresa de Analytics Parse.ly e pode mirar novos negócios A Automattic, dona do Wordpress, comprou a companhia de analytics de conteúdo Parse.ly. A operação não teve o valor publicado e indica que a Wordpress está migrando para oferecer ferramentas de análise de performance dos conteúdos em sua rede. Este é um movimento para ficar de olho… Por aqui, levando em consideração outras fontes que dizem que o WP possui cerca de 40% dos websites e 30% do tráfego da web, pensamos se não poderia ser essa uma forma de turbinar o WordAds, a AdNetwork do Wordpress, e sua plataforma de conteúdo monetizável. Além disso, a compra dá um up nos produtos de dados para assinaturas e conversões de conteúdo.


11/ Samsung lança cartão de crédito em parceria com Visa e Itaú A fabricante fechou parceria com a Visa e com o Itaú e lançou um cartão de crédito platinum internacional sem anuidade. O usuário pode pedir o cartão em um app e utilizá-lo diretamente no Samsung Pay.


12/ Maryland cria imposto sobre publicidade digital para Big Techs O Estado de Maryland, dos EUA, se tornou o primeiro a aprovar uma tarifação sobre publicidade digital. Mas calma, a taxa só recai nas empresas que têm, pelo menos, US$ 100 milhões em receitas anuais com ads digitais. O imposto é progressivo e gira em torno de 2.5% e 10% da receita em ads da empresa - dependendo do tamanho (a última faixa da tarifação é voltada para companhias com mais de US$ 15 bilhões em receitas anuais com ads digitais).


13/ Adventures compra Go4it e prepara rodada de investimentos A empresa liderada por Raphael Avellar e Ricardo Dias, incorporou a Go4it Agency, empresa de gestão de talentos como do heptacampeão mundial de F1 Lewis Hamilton, do surfista Gabriel Medina, do jogador de futebol Thiago Silva, da skatista Letícia Bufoni, além de projetos com o atacante Neymar Jr. e o ex-tenista Gustavo Kuerten. Além disso, a empresa de Dias e Avellar está procurando levantar R$ 50 milhões em rodada de investimentos ainda este ano.


14/ Instagram corta alcance de vídeos com logo do TikTok no Reels Aqui a briga vai ser boa! O Reels, do Instagram, não vai mais promover vídeos que tenham a marca d’agua do TikTok. A marca, para quem não está muito familiarizado com o aplicativo, já é colocada automaticamente cada vez que um criador compartilha ou salva um vídeo feito por ali. Enquanto isso, o TikTok fechou uma parceria de licenciamento com a Universal para expandir o uso de músicas da gravadora no app - que tem se tornado um espaço de lançamento de novos artistas e músicas, Doja Cat e Megan Thee Stallion que o digam.


/Cashing Up Deals que movimentam o mercado

(O Cashing Up é apoiado por Divibank, uma solução inovadora e criativa para empresas em busca de financiamento com foco em growth)


15/ Healthtech Alice recebe aporte de US$ 33,3 milhões Startup de “gestão de saúde individual” recebeu investimento de US$ 33,3 milhões liderado pelo fundo norte-americano ThornTree Capital Partners – também participaram da rodada o grupo argentino Kaszek Ventures e os fundos brasileiros Canary e Maya Capital. Este foi um dos maiores aportes feitos no segmento de healthtech no Brasil. Um dos diferenciais da Alice, que foi lançada no ano passado como um plano de saúde individual, é a organização dos dados dos pacientes para históricos de consulta.


16/ Softbank busca investir US$ 1 bilhão na América Latina em 2021 O fundo voltado para a América Latina ainda tem espaço para investir um tanto em 2021. Em que meio? O pessoal do Softbank responde: “Estamos vendo muitas oportunidades agora, incluindo empresas do setor de tecnologia agrícola”, disse o administrador do fundo Paulo Passoni à revista Exame.


17/ WPP compra empresa de desenvolvimento de software, DTI Digital No Brasil, essa foi a primeira compra de uma companhia 100% focada em software feita pela gigante da publicidade. Diferente das outras operações da WPP, a DTI é́ focada em tecnologia pura, e não na criação de estratégias de comunicação. “A aquisição acelera de maneira brutal uma transformação crucial na indústria”, diz Stefano Zunino, responsável pela operação brasileira da WPP ao NeoFeed. “O negócio de digitalização é grande. Mas o de transformação digital é muito maior”.


18/ Bumble, o app de dating, fez IPO de US$ 2,2 bilhões Aplicativo de encontros criado por Whitney Wolfe teve uma forte alta durante o primeiro pregão e chegou a valer US$ 7,7 bilhões.


19/ Reddit levanta US$ 250 milhões e dobra o valuation a US$ 6 bilhões A outra empresa que sofreu o “efeito Reddit” foi, bem, o próprio Reddit! Sim, duas semanas depois de ser o centro das atenções do mercado financeiro, o Reddit aproveitou para fazer mais uma rodada de investimento. Foram US$ 250 milhões levantados numa rodada liderada pela Vy Capital. Na última vez que a rede recebeu aporte, em fevereiro de 2019, o seu valuation era de US$ 3 bilhões, agora, o valor ficou em US$ 6 bilhões.


/Hurry Up As rapidinhas da semana


Chips estão em falta, por que?! (CNBC)

Disney Plus chega a 94,9 milhões de assinantes (The Verge)

Que tal comprar seu carro em bitcoins?! (Reuters)

AppleMaps terá feature como a do Waze para informar acidentes e buracos na rua (Techcrunch)



MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO