Comida é Data

A previsão é de que, em 2050, 9 bilhões de pessoas vão habitar o mundo. E vai ser necessário recorrer às tecnologias para garantir que todos continuem tendo acesso a um direito básico: alimentação.


“O mundo atualmente possui cerca de 7,6 bilhões de pessoas, e muitos lugares sofrem com problemas sérios de falta de alimentos. A fome ainda é um grande desafio enfrentado pela humanidade, e tudo indica que, conforme a população aumenta, a tendência é piorar”, explicou Carlos Meira, chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa. Pensando nisso, a agricultura precisa mudar. E o mercado de Big Data & Analytics pode ajudar nesta transformação.


Agrícolas e conectados


Serão necessários ajustes na chamada “agricultura de precisão” para que haja um salto considerável de produção — baseando toda plantação e colheita em dados extraídos dos pontos de venda e consumo. Só assim seria possível atender às altas demandas que vão surgir nos próximos anos. O lado bom dessa notícias é que o Brasil, um país agrícola, é uma das nações que não está parada e corre atrás (de dados e tecnologia) para modernizar-se.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO