Do you wanna be a startup



A aceleradora Tacklebox chegou ao marco de 100 negócios que passaram por sua estrutura este ano. Nessa leva, algumas empresas deslancharam, outra tiveram de se remodelar e uma parte fechou as portas. Para tentar entender o que as top performers tinham de diferente  do restante, o fundador, Brian Scordato, decidiu buscar as características que os negócios que deram certo possuíam em comum. Sem exceção, eles compartilham esses quatro pontos:


  1. Têm um propósito claro, não apenas um produto.

  2. Podem visualizar ótimos resultados para seus clientes.

  3. Executam testes para coletar dados de forma obsessiva.

  4. Aproveitam esses dados para tomar decisões e mensurá-las.

Ser o fundador de uma startup early stage significa que, muitas vezes, você vai se sentir num barquinho, no meio do oceano, com uma forte tempestade caindo do céu. Seth Godin chama esse rito de passagem do empreendedor de “The Dip”. É durante esse período que muitos desistem. Mas, veja bem, não é por falta de força de vontade. É porque muitas das decisões que os empreendedores tomaram no começo da empresa se mostram como “fora de contexto”.


Por exemplo, quando um fundador foca mais no seu produto no que no propósito dele, fica difícil pivotar a ideia depois. Imagine que o produto que você passou anos desenvolvendo recebe um feedback ruim. Se você não gastou tempo o suficiente pensando no objetivo final dele, não vai conseguir mudar de rota. Porque você não sabe qual o destino final. O mesmo se aplica à coleta de informações. Os melhores empreendedores fazem testes o tempo todo e mantêm seus resultados registrados para que eles virem insights valiosos. É aquela velha história: data is power.

No final…

O principal aspecto que Scordado aponta para identificar se uma empresa terá sucesso ou não é o processo de tomada de decisões do fundador. Ele precisa conter todos os pontos enumerados acima, senão, tem muita chance de dar errado. Afinal, nem tudo é uma questão de feeling.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO