Elementar, meu caro


O assistente virtual da IBM, o Watson, quer entrar na sua firma. A companhia anunciou semana passada que disponibilizou a inteligência artificial para empresas que desejam integrar a tecnologia de voz a seus produtos. Assim, será possível criar experiências personalizadas em seus serviços para atrair mais clientes. A Amazon já havia feito algo parecido com sua própria assistente, Alexa, há algum tempo. Mas a IBM tem tudo para se dar melhor por ter focado em personalização. Os comandos para acionar o assistente, por exemplo, podem ser alterados. Isso significa que não existe uma palavra universal que acione a tecnologia, como acontece com a Alexa. Fora isso, será possível treinar a IA de acordo com os próprios conjuntos de dados das empresas – o que deve tornar a criação de comandos bem mais fácil.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO