Everybody Talks: Dashboard Act


Quanto vale ou é por quilo?


Desde a semana passada, o mercado de tecnologia se viu numa nova conversa sobre uma lei para regulamentar os dados retidos dos usuários. Mas, não, não estamos falando de uma nova GDPR ou uma LGPD 2.0. O assunto quente da semana passada, e que deve continuar pautando as empresas pelas próximas semanas é o Designing Accounting Safeguards to Help Broader Oversight and Regulations on Data Act – apelidado carinhosamente de Dashboard Act


Apresentada pelos senadores norte-americanos Mark Warner (democrata) e Josh Hawley (republicano), a lei quer exigir que “operadores de dados” – ou seja, empresas que tenham mais de 100 milhões de usuários ativos – passem a avisar tanto aos seus usuários, quanto à SEC (a CVM dos Estados Unidos) o quanto os seus dados geraram de valor monetário. Em outras palavras: tanto você, quanto o Governo, saberá quanto gera de lucro para as principais empresas  com que interage no mundo digital.


Segundo Warner, a questão toda se resume à transparência: se o usuário souber o valor do que ele produz para as empresas, ele poderia optar – ou não – por sair dos serviços prestados por ela. A lei demanda que as grandes empresas tecnológicas ofereçam a opção ‘deletar todos os meus dados” para as pessoas. Analistas já afirmam o quanto pode ser difícil para as companhias oferecer esse tipo de informação de maneira clara. uma vez que nem sempre é uniforme a maneira com que cada usuário troca informações com os serviços. 


O IAB gringo já afirmou que quer trabalhar perto dos senadores para entender como a lei pode ser menos custosa para as empresas de tecnologia, para eles, a lei faz sentido e ela trata sobre o “uso responsável dos dados”. A gente tem que ficar de olho, lógico, mas ainda há muito chão para percorrer até a regra ser, de fato, aprovada nos Estados Unidos.

0 visualização

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO