Facebook e Salesforce entram no jogo

Salesforce compra Slack por US$ 27,7 bilhões

A operação que estava sendo falada desde a semana retrasada, e divulgamos aqui, de fato, aconteceu, mas num valor maior do que o esperado: a Salesforce comprou a ferramenta de mensagens por quase US$ 30 bilhões. Segundo o CEO da Salesforce, Marc Benioff, a compra faz parte do seu “sonho” em chegar aos US$ 50 bilhões em receita. O CEO ainda falou, em entrevista, que a compra do Slack “muda a Salesforce completamente”. Coincidentemente, a Microsoft apresentou, nesta semana, um novo serviço da Azure voltado para os negócios: análise de dados.


Facebook compra plataforma de CRM, Kustomer

Startup, fundada em 2015, é especializada em atendimento ao consumidor, construção de chatbots e serviços omnichannel e seus produtos devem ser adicionados ao pacote empresarial do WhatsApp. Este é mais um movimento do Facebook para tornar o aplicativo mais forte para comerciantes - isso sem contar numa grande aposta da rede no Social Commerce. O valor da operação não foi publicado pelas empresas, mas, de acordo com o Wall Street Journal, Zuckerberg desembolsou US$ 1 bilhão na compra da Kustomer.

...

O mercado de customer engagement, seja por dados ou mensageria, está agitado. Além das notícias acima de Salesforce e Facebook, vale lembrar também de duas importantes movimentações de Outubro relacionadas a esse assunto, a Twilio que mês passado adquiriu a Segment por US$ 3,2 bilhões, e a brasileira Take, que atua no mesmo mercado, e recebeu US$ 100 milhões de investimento.


/Following Up


Digital Ads chegam a 51% do investimento publicitário nos EUA

Depois de um ano que forçou parte das empresas a se tornarem digitais, o gasto em ads digitais também cresceu. De acordo com o GroupM, o gasto em ads digitais nos Estados Unidos deve somar US$ 214.6 bilhões em 2020, ou seja, 51% do total. No ano que vem, o valor deve subir para US$ 240 bilhões, ou seja, 54% do total. Lembrando que há três anos, o setor representava menos de um terço do total investido em mídia. Quando a tendência chega ao Brasil?


Compra de mídia cai 29% de janeiro a setembro no Brasil

Números do Cenp-Meios indicam que R$ 8,9 bilhões foram gastos em mídia no ano de 2020 até setembro - queda de 29%, impactada pela pandemia. A internet e TV aberta são os meios que registraram as menores retrações, na comparação ao mesmo período do ano passado. Em termos de share, a participação da TV aberta cresceu de 53% para 54,1% do bolo. E a da internet subiu de 20,7% para 24,3%. Por outro lado, a mídia OOH caiu de 10,7% para 8,4% do total. E a TV por assinatura também recuou seu share de 7% para 5,9%.


Facebook pode ser processado pelos EUA ainda nesta semana

Sim, é uma novela longa ainda! De acordo com a agência de notícias, Reuters, 40 procuradores estaduais norte-americanos estão investigando o Facebook por possíveis violações anticompetitivas e planejam abrir um processo contra a empresa ainda nesta semana! O processo seria nos moldes do que o Governo norte-americano entrou contra o Google no mês passado.


/Coming Up


Google Maps lança próprio feed de notícias

O app de mapas da Big Tech agora tem uma feature chamada “Community Feed”, que inclui posts da área local. No entanto, a organização destas informações está mais parecida com um feed de notícias de rede social do que de um mapa. A ideia do Google é criar uma forma de pequenos varejistas indicarem mudanças para os clientes - como a alteração do menu ou alguma promoção. Para o mercado, essa parece mais uma forma de adicionar o modelo de Stories a um aplicativo e mais uma forma do Google entrar, de maneira sutil, no mercado de delivery, que deve sofrer mudanças caso entre no ar o projeto do Open Delivery.


Ricardo Dias e Rapha Avellar lançam a Adventures

Rapha Avellar e Ricardo Dias criaram a Adventures, companhia que funde gestão estratégica de marketing com gestão de canais de mídia e rechaça modelo de agência que funciona à base de prêmios e bônus. O modelo de negócios não é remunerado com o BV (bônus de veiculação). Em tom provocativo, a empresa afirma que o dinheiro dos clientes estará alocado nas mídias que apresentam o melhor custo benefício, e não nas que pagam mais bonificação. A empresa terá o Adventures Index, um índice que vai acompanhar a valorização dos negócios atendidos pela companhia ao longo do tempo.


TikTok está testando formato com vídeos mais longos

Aplicativo está colocando em testes feature com vídeos de até 3 minutos para alguns usuários. Caso tal formato dê certo, e haja um roll out para demais usuários, seria uma mudança e tanto em termos de formato para o aplicativo, uma vez que eles “criaram” o modelo de vídeos curtos de até um minuto. O movimento nos lembra o do YouTube, que, para quem não lembra, no início só deixava vídeos de até 10 minutos na plataforma.


Android ganha compartilhamento entre apps

Nova versão do sistema operacional para smartphones vai permitir que um usuário compartilhe um aplicativo com outro apenas por proximidade, sem precisar de internet. A nova feature pode ser liberada nas próximas semanas, segundo o Google.


/Cashing Up


C6 chega ao patamar de unicórnio

Fintech recebeu aporte de R$ 1,3 bilhão, o que colocou o seu valuation em R$ 11,3 bilhões - ou seja, acima do patamar de US$ 1 bilhão. O Credit Suisse atuou como agente financeiro da operação, que teve mais de 40 investidores privados. Segundo o CEO do C6 Bank, Marcelo Kalim, dinheiro levantado será usado para aumentar a base de clientes e desenvolver a plataforma de investimentos da startup.


Startup de smartphones usados Trocafone levanta US$ 30 milhões

A Trocafone faz parceria com fabricantes, varejistas e operadoras para comprar aparelhos antigos de usuários em troca de descontos na compra de um novo aparelho. Então, a startup criada em 2014, analisa, conserta e revende o aparelho. Rodada de investimento foi liderada pelos fundos Barn Investimentos e Bulb Capital.


Boa Vista compra plataforma de renegociação Acordo Certo

O bureau de crédito comprou a plataforma online de renegociação de dívidas Acordo Certo por um valor inicial de R$ 37 milhões que poderá ser ampliado em pelo menos R$ 100,6 milhões após a conclusão da operação. A Acordo Certo é uma empresa digital focada em levar aos consumidores condições de renegociação de dívidas de forma rápida e online. Com mais de 13 milhões de clientes cadastrados, a empresa apresenta mais de 440 mil acordos de dívidas fechados por mês.


Amazon pode comprar produtora de podcast Wondery por US$ 300 milhões

A Big Tech está de olho na produtora independente de podcasts que, só neste ano, teve uma alta de mais de US$ 40 milhões em receitas. A startup tem até mesmo uma plataforma de assinatura de podcasts! Lembrando aqui que o mercado de podcasts foi dominado pelo Spotify neste ano, e que a Amazon está começando a investir mais no seu braço de áudio.


DoorDash é avaliado em US$ 30 bilhões após aumentar target de IPO

App de delivery norte-americano planeja levantar US$ 3,1 bilhões com abertura de capital. E, no último minuto, aumentou o preço médio das ações de US$ 75 a US$ 85 por ação para US$ 90 a US$ 95! A empresa planeja vender 33 milhões de ações no IPO. Outro que vai aumentar o price-range das suas ações para o IPO será o Airbnb.


/Hurry Up


Os Melhores apps de 2020 segundo a Apple e segundo o Google

Um review dos gifs no ano (Giphy)

Larissa Manoela - a atriz e influencer - lança sua própria Operadora de Telefonia (MVNO) (Mobile Times)

E-commerce brasileiro fatura R$ 7,72 bilhões com Black Friday e Cyber Monday (Exame)

Plataforma de vendas online Westwing fará IPO para acelerar negócios (Reuters)

FedEx compra plataforma de marketplace ShopRunner (Retail Dive)

S&P lançará índices de criptomoeda em 2021 (Coindesk)

Nasdaq vai exigir que boards de empresas tenham diversidade (WSJ)

Twitch investe para ir além de games no Brasil (Meio & Mensagem)

WarnerBros fará todos os lançamentos de cinema de 2021 em streaming (The New York Times)

China diz que chegou à “supremacia quântica” (Nature)

Demissão de especialista em ética para Inteligência Artificial do Google gera discussão no mercado (NYT)


MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO

_Morse

_Siga a gente

  • SoundCloud ícone social
  • Spotify ícone social
  • RSS ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram