It’s A Long Way To The Top



O streaming é confortável para o cliente e uma boa solução para a pirataria, mas ainda é uma dorzinha de cabeça para quem fornece. O motivo? A conta não fecha. De acordo com dados do The Information, o custo para fornecer conteúdo é maior do que a taxa mensal paga pelos assinantes. Mesmo para plataformas como YouTube TV e Hulu, que contariam com 800 mil e 1 milhão de assinantes, respectivamente.

Você pode ser grande

Também pesa o fato de que o streaming é popular, mas ainda pequeno se comparado ao concorrente. Falando globalmente, estima-se que 6 milhões de pessoas utilizam o serviço, quantidade que não chega nem a um décimo dos 92 milhões de telespectadores que assinam um serviço de cabo ou satélite.

Mas não é dois

Se engana quem pensa que a competição não está acirrada: dos 6 milhões de assinantes que os serviços de assinatura arrebanharam, mais de 4 milhões foram conquistados ano passado. A turma do cabo pode até ter mais gente, mas a galera tech cresce com força. Elas conseguirão se manter operando até ficarem lucrativas? A TV conseguirá agarrar sua primazia? O que dá para saber é que essa corrida será um highway to hell até conhecermos o vencedor.

0 visualização

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO