Just Tech It


A gente testemunhou de perto o avanço da Nike no mundo digital: desde o app de corrida até os “smart-sneakers” do começo do ano. Na última semana, a evolução (tal qual um Pokemon) da empresa se completou, a ponto do vice-presidente de produtos da companhia decretar, com toda certeza do mundo: “A Nike é uma empresa de tecnologia”. O que aconteceu? Mobile e Big Data.

Tamanho importa…


Chamado “Nike Fit”, o novo app da marca usa Realidade Aumentada (AR) para indicar qual o tamanho exato do tênis que o usuário precisa comprar – e tal tamanho varia de acordo com o design do sneaker (isso a gente sabe bem!). O sistema consegue scanear num nível de detalhe que consegue, até mesmo, dizer se a pessoa tem pés de tamanho diferente. Para fazer isso, não é só a câmera do celular que faz diferença, como também um sistema de algoritmos de recomendação, de 3D espacial e Machine Learning para dar “match” do tamanho com o tecido e a elasticidade do sapato.

…Mas dados importam mais!


O pulo do gato fica na mão dos dados gerados por tal app. Com as informações, a Nike pretende criar sapatos e tênis que tenham tamanhos mais ajustados à sua audiência. Sem contar a partir da geolocalização, a empresa consegue saber quais opções de numeração são as mais populares em cada área e personalizar os estoques das lojas de maneira mais inteligente.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO