Morse News na TV

/What's Up? O que agitou os últimos dias em nosso mercado

01/ Morse lança programa na TV Bem amigos do Morse, essa semana estaremos ao vivo na TV. Ô loco meu! É isso mesmo? Sim! A gente saiu do mundo das newsletters para os podcasts, e agora estamos dando um passo um pouco maior: vamos pra TV. Em parceria com a Claro, estreamos essa semana um programa sobre tecnologia e inovação com as principais notícias do mercado e suas aplicações práticas ao mundo dos negócios. Além das notícias, traremos também dicas de ferramentas e soluções digitais para acelerar a digitalização das empresas. Acompanhe o piloto ao vivo, nesta terça-feira (mais conhecido como: amanhã) às 14:00, no canal 500 da Net e Claro TV.


02/ Amazon terá um ID digital próprio A Amazon vai lutar contra o fim dos cookies para terceiros no Chrome, anunciado pelo Google, com as próprias mãos e está trabalhando em uma solução proprietária. De acordo com o Digiday, a gigante do e-commerce está criando um identificador de usuários que será disponibilizado na sua DSP (plataforma de compra de mídia) e para publishers que utilizarem a Amazon Ads. No primeiro momento, ele vai servir apenas para os ads da rede da Amazon, mas será que eles podem expandir?


03/ Google vai seguir Apple e dificultar acesso de apps a dados Depois das mudanças do iOS com relação ao ID dos usuários para publicidade, agora é a vez do Android. A partir do final de 2021, quando o usuário der opt-out de receber ads nos apps, o Google vai remover o identificador de publicidade do usuário. No lugar, o app vai receber “uma sequência de zeros”. Diferente do que rola com o iOS - que pergunta para o usuário no momento que ele entra no app, o Android vai deixar que o usuário faça essa alteração por si próprio. A alteração no serviço de personalização do Google Play Services será implementada em fases. A primeira etapa, a partir do fim do ano, engloba apps executados em dispositivos com Android 12. Depois, no início de 2022, a mudança será expandida aos aplicativos executados em dispositivos compatíveis com o Google Play.


04/ TikTok vai transmitir futebol; Twitch vai de NBA Na semana passada falamos sobre o TikTok entrando no mundo do rádio. Agora estão indo para os esportes, mais especificamente, para o futebol. Essa semana a rede social estabeleceu uma parceria com a WarnerMedia para transmitir os jogos das seleções europeias entre os dias 2 e 9 de junho. Falando em esportes ao vivo e novas mídias: o canal do Gaulês, na Twitch, vai passar os jogos NBA.


05/ Marco Legal das Startups é aprovado. E o que isso significa? Depois de ser aprovado pela Câmara em maio, o Marco foi sancionado pelo presidente. E o que o documento significa? Um espaço legal e tributário para o crescimento das startups. As principais mudanças trazidas pelo Marco Legal são: a simplificação das regras para que startups participem de licitações do governo e a criação de um “sandbox regulatório”, ou seja, um ambiente regulatório experimental para que as empresas possam testar produtos sem precisar passar por todas as normas de agências reguladoras.




/Following Up Novidades dos assuntos que já temos acompanhado por aqui


06/ Facebook também quer fatia do e-commerce Focando no e-commerce, o Facebook passou a permitir que o sistema de mensagens do Instagram possa se conectar a ferramentas de gestão automatizadas de atendimento. De acordo com o Facebook, 90% das pessoas no Instagram seguem pelo menos um negócio. O FB também adicionou ao WhatsApp Business funções como de avisos utilitários (para uma loja, por exemplo, te avisar quando o seu produto pesquisado chegou no estoque) e respostas em massa feitas por chatbots, tudo com o foco de puxar a entrada de pequenas empresas para o app de mensagens. Na semana passada comentamos como o Google estava se aproximando do e-commerce, parece que o FB também está seguindo esta rota. Ambos se armando contra o rápido avanço da Amazon e demais Marketplaces e SuperApps no mundo dos Ads.


07/ Huawei segue crescendo as opções de device do HarmonyOS Comentamos aqui no Morse que a Huawei estava dando adeus ao Android. A gigante da tecnologia chinesa está testando seu novo software e já abriu para o uso em tablets. Mas como nem tudo são flores e o começo sempre tem suas dificuldades, a empresa tem enfrentado o mercado competitivo fora do país e a limitação aos serviços do Google no novo aparelho. Na semana do lançamento, inclusive, houve algumas análises mostrando o quanto o HarmonyOS se parece com o Android, tendo alguns códigos parecidos com o OS do Google. De qualquer forma, com o avanço e a representatividade da Huawei em alguns mercados, vale entender se sua marca já precisa começar a se preparar para estar presente nesse novo ecossistema.



/Coming Up Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços


08/ Restaurante do Elon Musk? A Tesla está estudando abrir uma franquia de restaurantes próprios. E por que estamos dando essa notícia? Porque esse é um vislumbre de como a empresa poderá monetizar os postos de abastecimento da sua frota de carros elétricos - uma vez que não se cobra pelo recarregamento desses automóveis. A ideia seria cobrir os segmentos de serviços de restaurante tradicional, serviços de restaurante pop-up — em unidades móveis, como food truck —, self-service, e locais apenas de retirada de pedidos.


09/ Gafisa cria plataforma digital para serviços para casa Reformas, decoração, administração de condomínios e até clube de compras, a construtora e incorporadora colocou todos esses serviços em um único espaço digital. A ideia é que os clientes da Gafisa consigam encontrar os principais prestadores de serviço para o lar em um único local.


10/ McDonald's testa reconhecimento de voz em Drive Thru A rede de fast food está testando um sistema autônomo de reconhecimento de voz para gerenciar os pedidos dos drive thrus. A nova tecnologia está sendo usada em algumas lojas em Chicago e, segundo o McDonald’s, tem uma eficiência de 85%. Em 2019, o Méqui comprou a Apprente, uma empresa de inteligência artificial e reconhecimento de voz.


11/ Agibank cria rede aberta com 300 lojas para cashback Chamada Agicompras, a plataforma oferece um espaço para que os usuários consigam comprar tendo cashback diretamente na conta do Agibank. A ideia é ser um espaço aberto para o uso dos benefícios.


12/ Casas Bahia agora é gamer A varejista chamou o gamer de Free Fire (e melhor jogador do mundo de FreeFire de 2019) Bruno Goes, ou melhor, Nobru, para ser seu head criativo de games e para criar estratégias de comunicação e marketing com o mundo gamer. A empresa pretende aumentar os investimentos no segmento.





/Fighting Up Update dos movimentos das Big Techs, concorrentes e reguladores na briga por dados, audiências e capacidade de monetização


13/ G7 aprova taxa de 15% em multinacionais Neste sábado, os ministros da economia dos países do G7 chegaram a um acordo para criar um imposto de pelo menos 15% em empresas multinacionais; dessa forma, seria um mínimo exigido de todos os países, até mesmo aqueles que cobram menos para ter empresas de tecnologia (como o caso da Irlanda). E, por que estamos falando disso aqui? Porque as Big Techs serão afetadas por essa tarifação internacional.


14/ Reino Unido e União Europeia iniciam investigação contra o Facebook A razão da ação em conjunto? O uso de dados que a rede coleta dos anunciantes. A Comissão Europeia e a Autoridade de Concorrência e Mercados do Reino Unido estão analisando como o Facebook usa os dados que coleta dos anunciantes para dar vantagens aos seus próprios serviços, incluindo aí o Marketplace do FB. "Na economia digital de hoje, os dados não devem ser usados de maneiras que distorçam a concorrência", disse Margrethe Vestager, chefe antitruste da UE.


15/ Alemanha x Google News A autoridade antitruste alemã está investigando o Google - isso pela terceira vez, na verdade. Dessa vez, o foco do processo está sendo o novo movimento do Google no segmento de notícias, o Google News Showcase. Esse produto da Big Tech faz uma curadoria e uma seleção de conteúdo publicado por terceiros. A FCO está observando, mais especificamente, os cortes nos acordos de licenciamento de conteúdo para o Google obter o Showcase.

/Cashing Up Deals que movimentam o mercado*

*(O Cashing Up é apoiado por Divibank, uma solução inovadora e criativa para empresas em busca de financiamento com foco em growth)


16/ Frubana capta US$ 65 milhões para crescer no Brasil Startup colombiana criou um marketplace para conectar produtores agrícolas e fornecedores de alimentos com restaurantes e mercados de bairro. O aporte foi liderado pelo GGV Capital, com a participação de fundos como Softbank e Tiger Global.


17/ VTex compra startup de atendimento via WhatsApp A fintech brasileira comprou a Suiteshare, plataforma que permite que marcas vendam e prestem atendimento via WhatsApp. A Suiteshare foi criada em 2018, em Porto Alegre, e funciona como uma extensão digital das contas do WhatsApp. Com a aquisição, a VTex se aproxima da ideia de se tornar um marketplace para as empresas que querem gerenciar e fazer pedidos digitais.


18/ Qual a melhor idade para começar uma startup de sucesso? Se você achou que a resposta fosse 20 e poucos anos, pense novamente. Um estudo feito com dados de 2,7 milhões de fundadores de startups descobriu a idade “áurea” para o sucesso: 45 anos. Ainda de acordo com essa pesquisa, um empreendedor de 50 anos de idade tem duas vezes mais chances de criar uma companhia de sucesso do que um de 30 anos.


19/ Startups brasileiras captam até maio 90% do total de 2020 As empresas brasileiras receberam US$ 3,2 bilhões em investimentos de janeiro a maio de 2021! Segundo a Distrito, foram 261 aportes feitos em startups brasileiras, a maior parte deles (57) para fintechs, que levantaram um volume de US$ 1,18 bilhão. Lideram a “lista” o Nubank e a Loft, que receberam investimentos milionários neste começo de ano. Um ponto que o Distrito levanta é que o setor de varejo está crescendo em importância para aportes e deve chamar mais atenção no mundo startupeiro brasileiro nos próximos meses.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO