No more selfies in the front

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos decidiu limitar o uso de “aplicativos fitness” que usam conexão GPS e podem revelar informações de localização de tropas americanas em bases sensíveis. As pulseirinhas e apps de ginástica, que parecem inofensivos, já tem precedentes. Em janeiro, a Casa Branca informou que o Strava revelou a localização de militares dos EUA, representando um “risco de segurança”. Isso faz com que soldados americanos não apenas se tornem identificáveis, mas também mapeáveis por qualquer um com acesso a esse aplicativo.


Um coronel do Exército, Robert Manning III, porém, disse que os membros do pelotão já estão proibidos de usar esses tipos de dispositivos “em certas áreas” e durante “certas operações”. O que indica que essa limitação pode ser aplicada caso a caso.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO