Os Drive-ins estão de volta!


Os cinemas - e toda a indústria ligada à produção cinematográfica - foi afetada diretamente com a pandemia do Covid-19 que obrigou o fechamento de salas de cinema pelo mundo. O que, por sua vez, levou ao adiamento de lançamentos e a um fato inédito: pela primeira vez a bilheteria do final de semana nos Estados Unidos somou 0 dólares.


A saída para alguns estúdios tem sido lançar os filmes diretamente no streaming. Do lado da tecnologia, a Netflix, o YouTube, a Amazon Prime e, olha só, a Globoplay se comprometeram a diminuir a qualidade dos vídeos. Sim, é isso que você leu, DIMINUIR a qualidade dos vídeos para não "quebrar" a internet das regiões. Já que, com mais pessoas em casa assistindo a séries e filmes, a rede não iria segurar.


Nos Estados Unidos, no entanto, um fenômeno tem chamado atenção e pode apontar para um caminho possível para o setor de cinema: a volta dos drive-ins. A procura pelos cinemas ao ar livre aumentou por lá. E faz todo sentido: por não aglomerar multidões e manter as pessoas no ambiente mais seguro dos carros, os drive-ins são opções mais seguras em tempo de coronavírus.


Alguns especialistas indicam que o vírus deve ficar no ar por algum tempo o que indica que aglomerações de pessoas serão evitadas por um tempo. Seriam os drive-ins um caminho possível para o cinema daqui também?


8 visualizações

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO