Palinha quântica


Vista como o sistema do futuro, a computação quântica só está acessível para áreas acadêmicas, laboratórios científicos ou empresas bem ricas, já que os sistemas que viabilizam essa tecnologia custam vários milhões de dólares e exigem cuidados especializados.


Para dar a nós, meros mortais, uma prévia de como a nossa vida será mais fácil com esse recurso, a IBM, em parceria com a Rigetti Computing e a D-Wave Systems, lançou em 2016 a Q Experience, iniciativa que fornece pela nuvem acesso a um sistema quântico para que pessoas sem orçamentos multimilionários de pesquisa e desenvolvimento pudessem testá-lo. Ao mesmo tempo que mantiveram a parceria com a gigante dos chips,D-Wave e Rigetti também lançaram suas plataformas quânticas. Ou seja: lugar para testar é o que não falta.


Processamento monstro


Atualmente, algumas das plataformas são gratuitas, outras são modelo freemium. O interessante é que você não precisa ser nenhum cientista ou ter permissões para usar o recurso. As empresas oferecem cursos e material didático online para você começar a imaginar como a computação quântica pode ser útil no seu trato com Big Data, em tempo real, e com um processamento monstruoso.


E porque liberar o acesso? Além do fato de que as empresas que utilizam o serviço agora possam se tornar, no futuro, potenciais clientes, permitir que pessoas e empresas experimentem a computação quântica pode ajudar na prevenção de problemas de uso que, se detectados mais à frente, poderiam atrapalhar tanto na adoção dos pcs turbinados como na expansão da tecnologia. Prevenção quântica.

1 visualização

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO