Quer engajar quanto?

Um desafio em comum é capaz de unir todas as áreas do varejo (de supermercados a restaurantes, passando por postos de gasolina): aumentar a retenção de clientes, por meio de programas e plataformas de fidelidade. Acontece que nem sempre as mecânicas para bolar um plano de engajamento são simples. Mesmo que sejam, é muito difícil conseguir mover 100% da clientela. Basta pensar que não é todo consumidor que digita o CPF ou faz um cadastro na hora de fechar a compra.


Data + data = superdata


Foi para ajudar a melhorar esse processo que a Hands disponibilizou a sua plataforma MDM (também conhecida como Mobile Data Management). O objetivo é conseguir analisar o deslocamento de clientes do varejo e gerar pontuações baseadas somente nas visitas feitas por eles aos pontos de venda.


Quer ir além? E se a gente dissesse que é possível cruzar a base histórica e definir não só a frequência do consumidor, mas também os valores que ele desembolsou para fazer compras? Isso porque algumas redes definem uma estimativa de ticket médio baseada na tempo de permanência da pessoa no PDV. Em supermercados, farmácias e postos de gasolina, por exemplo, já seria possível fazer esse tipo de levantamento.


Afinal de contas, ninguém enche o tanque em menos de 3 minutos ou faz a compra do mês em 10 minutinhos.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO