Snapchat entra no mundo mini!

Snapchat lança mini-apps dentro do app (CNBC) Seguindo o caminho dos superapps chineses, a Snap anunciou o “Snap Minis”, pequenos aplicativos desenvolvidos por terceiros que podem ser abertos e usados dentro do Snapchat.. Num primeiro momento, serviços como compra de ingresso poderão ser feitos nestas features. O CEO da Snap, Evan Spiegel, falou ao “The Verge”  que a ideia dos Snaps Minis é “focar a experiência dos usuários em um espaço”. Se você ainda está um pouco perdido sobre o que são os mini-apps, a gente falou deles por aqui


Google Pay vai se tornar portal de e-commerce (The Information) Depois de notícias indicando que o Google está preparando um cartão de crédito para ligar à Google Pay, a informação é de que eles estão já nas últimas fases para colocar botões de venda direta de lojas físicas no app da Google Pay.  Na prática, isso significaria que os usuários poderiam fazer a compra sem sair do ambiente do aplicativo. 


Amazon se junta a Goldman Sachs para oferecer crédito a micro e pequenas empresas (Forbes) A linha de financiamento poderá fazer empréstimos de até US$ 1 milhão para micro e pequenas empresas que estão na plataforma da Amazon. Quem fará a operação será o Goldman Sachs, operando pela sua plataforma “Marcus”. Refrescando a memória: o Goldman Sachs é o mesmo banco por trás do Apple Card. Ainda sobre a Amazon: a tanto o Estado da Califórnia quanto a União Europeia estão investigando a companhia pelo uso indevido de dados de terceiros em seu marketplace.  


Mídia geolocalizada vira prioridade para negócios em retomada da Pandemia (Digiday) Nos Estados Unidos, os responsáveis pela área de publicidade das companhias já perceberam que o “location-target” é extremamente necessário no momento de flexibilização da economia. Por lá, assim como no Brasil, o tamanho do país faz com que cada cidade e Estado estejam em estágios diferentes da proliferação da doença - e também da abertura de negócios - o que aumentou a demanda pela mídia geolocalizada. E com esse foco, a Hands lançou no início de maio um pack de Produtos e Serviços de geolocalização para Quarentena Inteligente, conheça aqui


Startups brasileiras receberam US$ 36 milhões em aportes em maio (Estadão) De acordo com a Distrito, foram 18 operações feitas no último mês. O valor total, de US$ 36 milhões, é 80% maior do que o registrado em maio de 2019.  Entre as que receberam investimentos no período estão a startup de recrutamento Gupy, que recebeu R$ 40 milhões em uma rodada liderada pela gestora de fundos Oria Capital. Aparecem também as plataformas de psicologia online Zenklub, que recebeu R$ 16,5 milhões, e Psicologia Viva - o setor viveu um boom durante a quarentena.


Facebook vai criar fundo de Venture Capital multimilionário (Axios) A companhia está montando um canal de investimento para se aproximar do mercado de startups. Falando em Facebook, o governo do Reino Unido investiga a compra do Giphy feita pelo Facebook.

 

XP compra marketplace de seguros DM10 (Brazil Journal) A transação permitirá à XP plugar os cerca de 1.000 corretores da DM10 nos seus sete mil agentes autônomos. Ao mesmo tempo, permite que os agentes tenham acesso a clientes da DM10 que até agora só compravam produtos de vida e previdência.


JustEat faz oferta de US$ 7,3 bilhões para comprar GrubHub (Techcrunch) A companhia europeia de delivery, que acabou de passar por uma fusão, anunciou a compra do aplicativo de entrega norte-americano. Na semana passada, o GrubHub foi o tema do Ghost Interview. Falando sobre esse mercado, a Instacart conseguiu levantar US$ 225 milhões, levando seu valuation a US$ 13 bilhões. Enquanto isso, o DoorDash chegou a valor de mercado de US$ 15 bilhões.


Microsoft e Amazon suspendem venda de reconhecimento facial à polícia (Recode) "Não venderemos tecnologia de reconhecimento facial para departamentos de polícia dos EUA até que tenhamos uma lei nacional em vigor", afirmou o presidente da Microsoft, Brad Smith, ao jornal norte-americano The Washington Post. Já a Amazon anunciou uma “pausa” nas vendas por um ano. A IBM foi mais longe e abandonou completamente as pesquisas e os produtos que utilizam reconhecimento facial, reconhecendo o potencial da tecnologia para o uso de governos autoritários. 


Apple chega ao valor de mercado de US$ 1,5 trilhão (Fast Company) Esta é a primeira vez que uma empresa chega a este valor de mercado! O recorde foi atingido na última quarta-feira, quando as ações da empresa deixaram ela com o valor de US$ 1,52 trilhão!

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO