Temos vagXs

Textio, um startup de Seattle, descobriu um problema na criação de anúncios de vagas de trabalho. Algumas palavras usadas na descrição do job podem ser interpretadas como mais “masculinas” ou “femininas”, fazendo com que candidatos deixem de enviar o currículo por acharem que não se encaixam. Daí a empresa resolveu desenvolver uma solução. Funciona assim: a companhia analisa a descrição da vaga e faz uma previsão de seu desempenho na plataforma. Com base nestas informações, oferece orientação sobre como melhorar as informações e torná-las mais sedutoras e inclusivas. O sistema usa inteligência artificial para verificar termos chave que terão impacto negativo no desempenho do material de recrutamento e mostra quais destes elementos podem ser melhorados. Os resultados são: 1) menos jargões; 2) menos palavras que podem ser interpretadas de maneira errada pelos candidatos.

3 visualizações

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO