Watch your health



Focada em transformar seu relógio inteligente no melhor quando o assunto é saúde, a Apple anunciou que vai doar 1.000 (um mil) smartwatches — totalmente 0800 — para uma pesquisa sobre desordem alimentar.  Apelidado de BEGIN, o estudo será realizado por pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte e tentará melhorar o conhecimento científico sobre quais fatores genéticos podem estar associados aos casos de compulsão alimentar e bulimia nervosa.

Como vai funcionar?


Cerca de mil voluntários usarão os relógios em conjunto com um aplicativo chamadoRecovery Record, feito especialmente para auxiliar no tratamento de pessoas com desordem alimentar. Enquanto os usuários registrarão no app anotações sobre como estão se sentindo, o smartwatch vai coletar seus dados corporais, como frequência cardíaca, para entender se há algum fator ou situação “gatilho” que não havia sido registrada anteriormente.

Sou louco por ti, BI 


A Maçã também está investindo no mercado de dados para o seu serviço de streaming de música. A empresa comandada por Tim Cook acabou de anunciar a compra da Asaii, uma startup de análise focada no mercado de entretenimento sonoro.Seu principal produto é um painel, que reúne dados de serviços de streaming de música e redes sociais.  Ao combinar diferentes bases, o software teria recursos que ajudariam as gravadoras a planejar campanhas de marketing e as turnês ao vivo.


Mas a cereja do bolo desse dashboard seria um mecanismo que permitiria a descoberta de artistas antes que eles se tornassem relevantes o suficiente para serem disputados a tapa. A Asaii afirma que sua tecnologia é capaz de encontrar artistas “de 10 semanas a um ano” antes de começarem a despontar. Se a proposta se mostrar verdadeira, a Apple fez um negócio capaz de colocá-la no topo das paradas de sucesso. Financeiro, no caso.

0 visualização

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO