Vanity Fair agora é newsletter

/What's Up? O que agitou os últimos dias em nosso mercado

01/ A próxima Vanity Fair será uma newsletter Talvez não essa newsletter (ou talvez sim, a gente é bem fashion!). O ex-editor da Vanity Fair, John Kelly, está atraindo uma galera do Venture Capital norte-americano para a sua nova empreitada: a Heat Media. E por que estamos falando disso? Porque a ideia da Heat Media é criar uma editora que funciona aos moldes do Substack, com os jornalistas recebendo via monetização direta dos conteúdos. Das duas uma, ou isso vai decolar, como o Substack, ou pode ter o mesmo fim do Quibi.

02/ Magalu compra Jovem Nerd A Magalu fez a sua 17a compra em 18 meses nesta semana! E é a vez, novamente, do conteúdo! :) mais uma na área de conteúdo, Após a aquisição do Canaltech, em Junho de 2020, dessa vez, o e-commerce comprou o site (e canal do Youtube e podcast) focado em cultura pop e cultura nerd de Alexandre Ottoni e Deive Pazos. A ideia é reforçar ainda mais o superapp da Magalu com um conteúdo que engaje com o público. Ou, segundo um executivo da Magalu, “trazer os especialistas do assunto”.

03/ Uber Eats cria formato de conexão com stories parade Instagram dos restaurantes O aplicativo agora possibilita que restaurantes integrem sua conta do Instagram ao Eats para mostrar os seus stories dos estabelecimentos para os usuários em busca de inspiração para escolher seu pedido. Se a gente pensa que, cada vez mais, os restaurantes e bares estão lutando pela atenção dos usuários no feed dos apps de delivery, essa conexão faz todo sentido! Sem contar que é uma forma de “dar uma de Magalu”: fazer o conteúdo vender o produto.


/Following Up Novidades dos assuntos que já temos acompanhado por aqui

04/ Mozilla, Opera e Edge dizem não ao FLoC do Google Os browsers concorrentes do Chrome indicaram que não irão usar a nova ferramenta de cookies e identificação a partir de Cohorts feita pelo Google. E não são apenas eles, o Brave e o Vivaldi estão fora também. O Safari da Apple, que é o segundo browser mais usado no mundo, informou que, num primeiro momento, não vai usar a tecnologia, mas que “vai analisar seriamente a ferramenta”.

05/ Instagram for Kids? Hoje não! Vocês lembram que falamos, há umas semanas, que o Facebook estava trabalhando para lançar um “Instagram para crianças”, pois bem, aparentemente, ONGs estão lutando para que isso não aconteça. Mark Zuckerberg recebeu uma carta assinada por organizações que combatem a publicidade infantil. A rede social garantiu que o novo app não terá ads.

06/ Austrália contra o Google, agora é por causa dos dados Um tribunal federal australiano condenou o Google por usar dados de geolocalização de usuários do Android. O agravante: os dados foram usados a partir de aplicativos do próprio Google e captados de usuários que tinham negado o acesso a eles. Isso lembrando que o Google vem criando diversas limitações para Apps terceiros acessarem justamente os dados de Geolocalização. A “desculpa” para essas restrições? Proteger a privacidade dos usuários… Isn’t it ironic?


/Coming Up Radar do Morse sobre novas tendências, produtos e serviços

07/ Hands Mobile se posiciona como One Stop Shop Mobile Nos últimos meses o mercado de advertising passou por algumas transformações. Novas tecnologias, novas segmentações, novos formatos e, com tudo isso, novas oportunidades para marcas buscando uma forma diferenciada de conhecer e ativar seus clientes e potenciais clientes no mundo mobile. Fazendo alusão ao mundo da gastronomia, no qual cada restaurante está sempre na busca de novos ingredientes para criar suas receitas exclusivas, a Hands entra com sua nova campanha institucional levando a provocação de que as marcas deveriam buscar seus novos ingredientes para engajar suas audiências e alavancar suas receitas, com permissão do trocadilho :) E isso não precisa ser complexo! Trazendo o conceito de conveniência, a Hands permite que as agências possam acessar, em um único local, uma oferta completa de soluções em Ads & Insights Mobile. A campanha teve início como teaser em redes sociais na semana passada e agora chega ao Meio & Mensagem e demais veículos.

08/ Com a Claro, seu delivery chega voando! A operadora firmou parceria com a Speedbird Aero para fazer transporte e entrega de mercadorias leves usando drones! O acordo prevê a conectividade da Claro em 4G, 4,5G e 5G, ainda que esta última esteja ainda em planejamento (a operadora já conta com o 5G DSS, entretanto).

09/ TikTok for Business chega no Brasil A área já estava operando no Brasil, mas foi lançada oficialmente nesta semana. A ideia é, de fato, consolidar o app com as marcas e abrir espaços para formatos diferentes de ads dentro da plataforma. Enquanto isso, nos Estados Unidos, o aplicativo já está testando formatos de ads em que o usuário consegue comprar pelo próprio TikTok.

10/ PicPay avança com seu Marketplace Além dos serviços digitais, a plataforma terá agora o seu Marketplace com produtos físicos. Enquanto todos querem virar fintech, a Picpay avança em novos negócios como o e-commerce e sua iniciativa de advertising, tendo sua base de usuários, os dados transacionais coletados, e a capacidade de engajá-los como alicerces para as novas oportunidades de negócios..

11/ Amazon vai montar seus móveis Em alguns segmentos, ser "apenas" um Marketplace não resolve. Mesmo nos EUA, onde a cultura do "do it yourself" é mais difundida, alguns itens ainda precisam de uma mãozinha para fechar a venda. É o caso dos móveis, e a Amazon, para competir com os grandes do segmento, como Home Depot, vai começar a oferecer montagem de móveis para clientes nos Estados Unidos. Eles vão colocar o serviço em teste em dois Estados por lá, mas ainda não se sabe se isso vai estar contemplado na assinatura do Prime ou não. Agora, conhecendo a Amazon, com sua equipe nas ruas para resolver problemas domésticos, quais outros negócios não podem surgir aí?


/Cashing Up Deals que movimentam o mercado*

*(O Cashing Up é apoiado por Divibank, uma solução inovadora e criativa para empresas em busca de financiamento com foco em growth)

12/ Olist recebe R$ 144 milhões em investimento Depois de levantar R$ 310 milhões em novembro liderado pelo Softbank, a startup de e-commerce resolveu pegar um “chorinho” da rodada de investimento. Recebeu um aporte adicional de R$ 144 milhões, fazendo o valor total da series D chegar ao total de R$ 454 milhões. A operação foi liderada pelo Goldman Sachs.

13/ Walmart investe em Cruise, startup de carros autônomos O Walmart anunciou que está investindo na startup de carros autônomos Cruise, em uma rodada de investimento que levantou 2,75 bilhões de dólares para a empresa.A Cruise já havia anunciado outro aporte bilionário, de 2 bilhões de dólares, com grandes nomes à frente, como as montadoras GM e Honda, e também a Microsoft. Lembrando aqui que a Amazon comprou a startup de veículos autónomos Zoox no ano passado. E, se ficou curioso sobre a Cruise, temos um Ghost Interview com o Kyle Vogt, fundador da empresa.

14/ Epic Games agora vale US$ 28,7 bilhões O valuation foi atingido após a empresa fazer uma rodada de US$ 1 bilhão em investimentos para apoiar a construção de um “metaverso” para os seus games - principalmente para o Fortnite. Para vocês terem uma ideia, a empresa de Tim Sweeney (que tem um Ghost Interview por aqui) tinha sido avaliada em US$ 17 bilhões em junho do ano passado.


15/ Bytedance prepara IPO - e pode valer US$ 300 bilhões Segundo a Bloomberg, a dona do TikTok vai abrir capital de seu app chinês, o Douyin (ou “o TikTok da China”), e está escolhendo entre fazer a operação em Hong Kong ou nos Estados Unidos. No mercado privado, a empresa está sendo avaliada em “mais de US$ 250 bilhões”, mas o IPO pode elevar o seu valuation aos 300!

16/ IPO da Coindesk dá o que falar A empresa de criptomoedas foi avaliada em US$ 100 bilhões depois de abrir capital nessa semana. Até no Brasil esse IPO bateu, com a corretora Avenue que permitiu investimento de brasileiros e levantou R$ 60 milhões em um dia.

17/ Zenvia prepara abertura de capital na Nasdaq para levantar US$ 100 milhões Startup brasileira dona de plataforma de mensageria, tanto por SMS quanto por WhatsApp vai fazer IPO nos Estados Unidos. Quem coordena a oferta é o Goldman Sachs, junto com o Morgan Stanley, Itaú BBA, UBS, Bradesco BBI e XP. O montante levantado na operação servirá para pagar a compra da D1 (feita há pouco tempo) e também para expansão internacional da empresa.

MATERIAIS GRATUITOS

MORSE YEARBOOK

Veja o que o futuro da tecnologia mobile reserva para os próximos anos.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO